. o novo logo da YSL

estava “passeando” pelo Facebook agora a noite quando me deparei com essa imagem a baixo, e a única coisa que consegui pensar foi WTF?!

como uma marca de luxo, super renomada, muda o logo para….isso?

Nascido na Argélia, então possessão francesa, St. Laurent era filho do presidente de uma companhia de seguros e seu gosto pela moda lhe foi despertado pela mãe. Aos 17 anos, deixou a casa dos pais para trabalhar com o estilista Christian Dior, de quem herdou o controle criativo da casa Dior após a morte de seu mentor em 1957, com apenas 21 anos de idade, e assumiu o desafio de salvar o negócio da ruína financeira. Em 1962 St. Laurent saiu da Dior e fundou sua própria marca, YSL, financiado por seu companheiro Pierre Bergé. Nos anos 60 e 70, a marca se tornaria conhecida em todo mundo por sua praticidade conjugada com sofisticação, com o ponto alto de sua criatividade no lançamento do smoking feminino, que permitiria dali em diante às mulheres trabalharem de calças compridas. Em 1966, foi o primeiro a popularizar o Prêt-à-porter, a moda de bom gosto e bom corte, a preços mais acessíves que a alta-costura, em sua boutique Rive Gauche, em Paris. Foi também o primeiro estilista do mundo a usar manequins negras em desfiles de moda. Continuar lendo

. sh*t Fashion Girls Say

não sei se já disse isso aqui em algum post, mas sou muito lerda para vídeos. nem precisa me perguntar se eu vi o vídeo X por que não, eu não vi! Não tenho muita paciência, pra falar a verdade. Então, pode ser que eu seja a única pessoa da Terra que não tenha visto esse vídeo.  Até hoje.

Estava procurando conteúdo para um cliente quando vi no blog Garotas Estúpidas o link para esse vídeo perdido em um post. Surtei quando eu vi, achei muito engraçado, engraçado suficiente para eu compartilhar!

E o melhor, tem a parte II!

Depois, olhando os vídeos relacionados, ainda tem algumas outras paródias como “Sh*t Graphc Designers Say” (que vocês podem ver que também é real ahha)

. Victoria’s Secret Fashion Show

Victoria's Secret Fashion Show 2011

Acho que não precisa nem escrever muito sobre isso, as fotos falam por si só :)

(nada que 12MI USD e bom gosto não faça :P)

Victoria's Secret Fashion Show 2011 Continuar lendo

. por um verão mais amarelo

nunca gostei de amarelo. É uma cor meio “olha gente, cheguei!” e o amarelo clarinho é bem estranho, cor meio morta. Mas faz alguns meses que tenho visto em blogs e sites de moda que a tendência de próxima estação é o bendito do amarelo! Não fiquei muito feliz e animada quando comecei a ler esses posts, mas agora tenho que admitir que, depois de ver milhares de combinações, minha relação com o amarelo vem mudando.

Acho que o amarelo combina direitinho com os dias quentes que nos aguardam, ainda mais combinado com uma série de cores que fazem o amarelo parecer mais bonito ainda. Não posso dizer ainda que mudei de idéia quanto ao amarelo clarinho, mas quem sabe um dia :) Continuar lendo

. o mundo colorido de Katy Perry

Ou você odeia a música dela com todas as forças ou ama de paixão. Ou você acha que a voz dela flutua impecável ou que é um mero produto do Auto Tune, a máquina do tom perfeito. Ou você se sente instigado e/pou excitado pelo modo como ela se veste, toda retrô, de modo burlesco, com cupcakes felizes e sorridentes para arrematar, ou você é como aquelas mães da PTA (Parent-Teacher Association, algo como Associação de Pais e Mestres) odiadoreas de decotes, que baniram o dueto da cantora com o personagem Elmo no programa Sesame Street (no Brasil, Vila Sésamo). É uma daquelas coisas que Katy Perry tem, quase tudo o que ela faz, diz, veste ou não veste pede uma reação extrema. Mas tudo o que ela quer fazer é tocar sua música. (Rolling Stone Brasil – Nº60)

depois do seu show no Rock in Rio ter recebido algumas críticas, chegou a hora de conferir se era verdade no show de São Paulo, que aconteceu dia 25/07 lá na Chácara do Joquei.  Pois é, não era, pelo menos não nesse show que encantou todo mundo que estava lá. Continuar lendo

. alta-costura em papel

They chose the dress story, so we set to work designing dresses. We really wanted to create something beautiful from a material that doesn’t normally lend itself to being draped and shaped on a living being, it had to be apparent that it was paper, but not because it looked shit.
For about a week we toiled in the studio creating designs with tissue and brown paper, a real Jack and Jill, seeing what would work and what wouldn’t, a lot more didn’t work than did, paper is not a malleable material, but eventually the idea showed itself to us and we had five dresses and props that we’d make.

Esse foi o desafio do Matthew Brodie, criar alguns modelos de vestidos para a revista Madame Magazine, e ele escolheu como material nada menos do que papel! Imaginem como deve ser difícil trabalhar com esse material!!

Eu adoraria usar esse vestido-apontador :P

Continuar lendo

. comprando (e vendendo) no Etsy!

Pouca gente conhece o Etsy, uma rede americana de compra e venda, por isso resolvi escrever um pouquinho dele aqui, inclusive porque já realizei minha primeira compra por lá e fiquei bem satisfeita.

Tudo funciona de uma maneira bem simples e segura, cada vendedor (a) tem seu perfil onde tem fotos dos produtos e o pagamento é feito com Pay-Pal.


Vendendo suas coisas no Etsy

Continuar lendo

. bye Amy!

“High wig, high heels, short skirt, ripped tights, heavy make up, trashy attitude, a drama queen…and anove all an amazing voice and great performer. An artist in full. Did you think Candy Magazine could forget about Amy Winehouse? Here her friend – and if you believe the tabloids, occasional lover – Ash Stymest, goes tranny for the first time to become Amy!”

Não só será conhecida por sua música, mas sua moda também criou vários fãs mundo afora.

Salto alto, maquiagem estilo pin-up, cabelo volumoso e vestidos curtíssimos, esses eram alguns dos pontos marcantes de Amy Winehouse. Estilo que fazia sucesso entre todos, como vocês podem conferir na capa da matéria da Candy Magazine, que transformou o modelo britânico Ash Stymest em Amy! Continuar lendo